Com base no mandato M/421 da Comissão Europeia, no projeto CEN/TC 301 “Road vehicles” foram desenvolvidas, desde janeiro de 2008, duas séries de normas que regulam o acesso a informações de reparação e manutenção (RMI) de sistemas RMI específicos dos fabricantes de veículos:

EN-ISO 18541: acesso normalizado a informações de reparação e manutenção (RMI) de automóveis
A norma descreve os Use Cases e respetiva estrutura, bem como casos de aplicação associados a sistemas de informações de reparação e manutenção (RMI) para normalizar o acesso aos diversos sistemas RMI dos fabricantes automóveis dos participantes independentes do mercado.

EN-ISO 18542: terminologia normalizada para informações de reparação e manutenção (RMI)
A norma define um âmbito e um processo para unificação de condições e requisitos à implementação do processo para um sistema de gestão de terminologia.

O mandato M/421 exige que a EN-ISO 18542 estabeleça e mantenha um Anexo Digital (DA) com o objetivo de tornar a terminologia específica dos fabricantes de automóveis mais fácil de encontrar nos sistemas OEM-RMI para os utilizadores IAM, com base numa terminologia de pesquisa normalizada. O Deutsche Institut für Normung (DIN) foi encarregue da direção do projeto para a implementação dos requisitos.

No âmbito da primeira fase do projeto, foram envolvidas as partes interessadas, tanto do lado dos OEM como dos IAM, para construir uma estrutura de mapeamento viável para OEM que, por um lado, permita aos fabricantes automóveis mapear as suas próprias designações de peças sobressalentes de acordo com a terminologia normalizada do Anexo Digital e, por outro lado, permita oferecer aos participantes do mercado independente uma estrutura de pesquisa mais simples nos sistemas OEM-RMI.

“A TecAlliance, como representante dos IAM, teve a função de revisor no projeto. Ao longo de 7 meses, em 21 conferências web e num Workshop de 2 dias, foram apresentadas cerca de 1000 propostas de terminologia para o grupo dos veículo ligeiros de passageiros, tendo sido verificada a sua adequação como termos de pesquisa”, explica Andreas Assman, diretor de Gestão de Qualidade de Dados da TecAlliance.

O Anexo Digital será atualizado todos os anos e deverá ser sucessivamente alargado a outros grupos de veículos, como p. ex., automóveis utilitários ou motos.